Mãe dá à luz em casa, enrola recém-nascido em sacola e o coloca dentro de caixa em Caratinga



Gostou do vídeo? Colabore se inscrevendo para ajudar a fortalecer o nosso canal


Um recém-nascido morreu na Maternidade Grimaldo Barros de Paula do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora (HNSA), em Caratinga, após dar entrada em estado grave de saúde, no último sábado (07/12). Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, após dar à luz em casa, a mãe enrolou o bebê em uma sacola e o colocou dentro de uma caixa, que estava tampada com algumas cobertas.

A PM tomou conhecimento do fato após ser acionada por funcionários da maternidade. Em contato com o pai da autora, de 26 anos, ele relatou que a filha há muitos meses utilizava uma cinta para esconder a barriga, relatando que estava passando mal, mas nunca dizia que estava grávida.

No sábado, ela sentiu fortes dores na barriga e saiu para procurar atendimento médico. No momento em que a mãe do recém-nascido não estava em casa, a madrasta foi até o quarto dela procurar por algo de estranho e encontrou a criança dentro da caixa ainda com vida. De imediato, ela foi levada para a maternidade.

Segundo a PM, a pediatra de plantão disse que a criança chegou à maternidade em estado de hipotermia (que é quando a temperatura corporal está abaixo do normal), com parada respiratória, em choque e com batimentos cardíacos mais lentos.

Questionada pela PM, a autora relatou que não sabia que estava grávida e, que ao perceber que a criança nasceu, ela teve a impressão que o bebê tinha nascido morto e que não havia mais nada a ser feito. Por isso, segundo a autora, ela enrolou a criança em uma sacola e guardou dentro da caixa. De acordo com a PM, ela não foi conduzida por estar internada na maternidade devido ao parto.

A Polícia Civil informou que instaurou um inquérito policial para apurar crime de abandono de recém-nascido. A mãe já foi ouvida e as investigações seguem em andamento para identificar a responsabilização e as circunstâncias do fato.