Leandro e Leonardo são presos após esfaquear Michael Jackson em BH: motivo seria possível traição

Leandro e Leonardo são presos após esfaquear Michael Jackson em BH: motivo seria possível traição

Os irmãos Leandro Gil dos Santos e Leonardo Gil dos Santos foram detidos após um confronto com Michael Jackson de Assis Almeida, de 31 anos, no bairro São José, Região Oeste de Belo Horizonte. A briga resultou na prisão em flagrante dos irmãos, enquanto Michael Jackson está atualmente internado no Hospital João XXIII.


Os eventos desencadeadores do incidente ocorreram quando os irmãos Leandro e Leonardo estavam na casa de um parente, sendo surpreendidos por Michael Jackson. Ao chamar Leandro para uma conversa, este percebeu que Jackson portava uma faca. O confronto iniciou-se, com Leonardo aplicando um "mata-leão" em Michael, enquanto Leandro desferiu vários golpes de faca na vítima.


Michael Jackson sofreu ferimentos no abdômen, braços e pernas, sendo conduzido ao Hospital João XXIII para tratamento.


A motivação por trás do conflito teria sido a descoberta de Leandro sobre uma suposta traição de sua companheira com Michael Jackson, durante o período em que Leandro estava trabalhando no Rio de Janeiro. Jackson alegou ter ido conversar com Leandro para esclarecer a situação, negando qualquer envolvimento com a esposa do agressor.


Os irmãos foram encaminhados para a delegacia no Barreiro, onde a prisão preventiva de Leandro foi decretada, enquanto Leonardo foi ouvido e posteriormente liberado.


O caso, marcado por elementos de drama e violência, reflete as complexidades das relações interpessoais e levanta questões sobre a resposta legal diante de situações que envolvem agressões motivadas por questões pessoais e sentimentais. A vítima, Michael Jackson, permanece sob cuidados médicos enquanto as autoridades investigam os detalhes desse episódio perturbador.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR

Em Destaque