Justiça dos EUA aceita pedido de recuperação judicial da Gol

Justiça dos EUA aceita pedido de recuperação judicial da Gol

O Tribunal de Falências de Nova York aceitou o pedido de recuperação judicial solicitado pela companhia aérea Gol. A decisão foi tomada na tarde desta sexta-feira (26).


O juiz-chefe da Corte, Martin Glenn, que acatou a decisão, afirmou que todas as entidades envolvidas, sejam indivíduos, sócios, empresas, nacionais ou estrangeiros, estão proibidas de realizar certas ações.


Isso inclui a aquisição de bens ou propriedades da companhia aérea e suas subsidiárias (que, no caso dos EUA, inclui a Smiles), bem como iniciar ou prosseguir com qualquer processo judicial ou administrativo contra a empresa.


Com a decisão, a companhia terá acesso ao crédito de US$950 milhões obtido pela Abra Group, que controla a Gol e Avianca.


O pedido da Gol:


Na quinta-feira (25), a Gol pediu ‘Chapter 11’ no Tribunal de Falências dos Estados Unidos para reestruturar uma dívida de R$20 bilhões e captar recursos.


O pedido de recuperação judicial não afeta as operações da companhia, que continuam normalmente.

Siga o Instagram do Portal Minas Seguir