Jovem abusada pelo pai demorou a denunciá-lo pois tinha medo de magoá-lo


Jovem abusada pelo pai demorou a denunciá-lo pois tinha medo de magoá-lo

Violentada desde a infância pelo próprio pai, que também abusou sexualmente de outra filha, uma adolescente de 15 anos conseguiu denunciá-lo à mãe dela nessa segunda-feira (16).


A garota, moradora de Uberaba, no Triângulo Mineiro, procurou a Polícia Militar ao lado da mãe e das irmãs, e contou que não quis entregar o pai antes para não magoá-lo. Não encontrado, o suspeito de 47 anos está desaparecido desde então. 


Desconfiança 


Há três meses, a mãe da adolescente entrou com um processo de divórcio para se separar de seu companheiro. De lá para cá, quando saía para trabalhar levava seus filhos menores, uma menina de dois anos e um menino de três, para a creche e deixava as duas adolescentes, a vítima de 15 e sua irmã de 13, na casa da família. 


Desde o início do processo de separação, o homem começou a dividir suas noites entre a casa da ex-mulher e o imóvel onde vive com a mãe. No entanto, durante as manhãs, no período em que as adolescentes ficam na residência, o suspeito passou a estar sempre por lá. 


A insistência do homem para ficar na casa durante a ausência da mãe das garotas levantou a suspeita da mulher. Nos últimos meses, ela também percebeu que sua filha de 15 anos apresentava um comportamento estranho. 


Suas desconfianças só foram acentuadas depois que sua enteada, uma jovem de 24 anos que é filha do suspeito, contou a ela que foi abusada pelo pai desde que tinha 8 anos. 


Denúncia


Na última semana, a garota sofreu o último estupro cometido pelo pai antes de denunciá-lo. Mesmo constrangida e com medo de magoar o suspeito e a própria mãe, ela decidiu contar às irmãs paternas sobre todas as violências sofridas. Segundo a menina, os abusos começaram quando ainda era pequena. Ela ia até o pai pedir sua benção e, em contrapartida, era agarrada pelo homem.


Ao ficar mais velha, os abusos se converteram em estupros consumados. Em inúmeras ocasiões, o suspeito pedia que a filha mais nova fosse até algum lugar para comprar algo para cometer os abusos. A série de violências acontecia tanto na casa da família quanto na caminhonete dirigida pelo homem. 


Ameaças


Antes de avisar às irmãs e à mãe sobre os ocorridos, a adolescente mandou mensagens para o pai por meio de um aplicativo e disse a ele que precisava desabafar com alguém. Por isso, contaria para a mãe.


Diante dos recados da filha, o suspeito a ameaçou e disse que, se fosse denunciado, ele seria preso e que a filha seria a única responsável por acabar com a vida dele. Todo o diálogo está registrado e arquivado no celular tanto da vítima quanto das irmãs dela. 


Procurado


Segundo a Polícia Civil, foi instaurado inquérito para apurar o caso, e as investigações estão a cargo da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Uberaba. O suspeito está desaparecido e é procurado pelos agentes.

AJUDE A ENCONTRAR

Rede do Bem - Ajude a encontrar pessoas desaparecidas - 14/10/2019

Uma simples atitude sua pode ajudar a salvar vidas. Estas pessoas estão desaparecidas e as famílias desesperadas em busca de informações. Vamos ajudar a encontra-las 🙏🙏🙏

Posted by Rogério Anício on Monday, October 14, 2019