Jornalista é encontrada morta em Belo Horizonte após desaparecimento misterioso

Jornalista é encontrada morta em Belo Horizonte após desaparecimento misterioso

Belo Horizonte, 8 de dezembro – A jornalista Natália Araújo Santos, de 34 anos, foi encontrada morta nesta sexta-feira no rio Arrudas, no bairro Granja de Freitas, em Belo Horizonte. Natália estava desaparecida desde a madrugada de quarta-feira, quando saiu de sua casa no bairro Sagrada Família sem informar seu destino.


A descoberta do corpo foi feita após um denunciante alertar a Polícia Militar. O Corpo de Bombeiros realizou a retirada do corpo do rio, e a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) iniciou as investigações. O irmão de Natália, Gustavo Henrique Araújo Santos, foi contatado pela PCMG para o reconhecimento do corpo no Instituto Médico-Legal (IML). A identidade da jornalista foi confirmada através de documentos encontrados com ela.


A PCMG está conduzindo a investigação com a coleta de vestígios e espera a conclusão dos laudos periciais para determinar as circunstâncias e a causa da morte. O desaparecimento de Natália havia sido registrado pela família na Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida da Polícia Civil. Segundo seu irmão, ela deixou uma carta pedindo que rezassem por ela, aumentando o mistério em torno de seu desaparecimento e morte trágica.

Participe da nossa enquete

Na sua opinião quem é o culpado pela dívida bilionária que quebrou o estado de Minas Gerais?
Resultados