Irregularidades em bombas de postos de combustíveis levam à Interdição de 69 estabelecimentos

Irregularidades em bombas de postos de combustíveis levam à Interdição de 69 estabelecimentos

Em Minas Gerais, as interdições ocorreram por motivos como volume de combustíveis fornecido diferente do registrado e comercialização de combustíveis fora das especificações


Durante a Operação Verão, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) interditou 69 postos de combustíveis em todo o Brasil, sendo três deles em Minas Gerais. Os fiscais percorreram 252 cidades de 19 estados, identificando diversas irregularidades que colocam em risco a qualidade do abastecimento.


Entre as irregularidades encontradas estão 'bomba baixa' (quando o consumidor paga por uma quantidade maior de litros do que efetivamente recebe), equipamentos em más condições de uso, combustível fora das especificações e irregularidades na mangueira do bico de abastecimento.


Em Minas Gerais, foram fiscalizados 229 postos em 31 municípios, resultando em 58 autos de infração e três interdições. As interdições ocorreram por motivos como volume de combustíveis fornecido diferente do registrado e comercialização de combustíveis fora das especificações.


A ANP ressaltou que as ações de fiscalização são planejadas com base em diversos vetores de inteligência, incluindo manifestações dos consumidores, dados do Programa de Monitoramento da Qualidade dos Combustíveis (PMQC) da Agência e informações de outros órgãos.


Motoristas são alertados a ficarem atentos durante o abastecimento e denunciarem irregularidades à ANP por meio do Fale Conosco ou do telefone 0800 970 0267 (ligação gratuita).

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR

Em Destaque