Influenciadora de 12 anos mostra detalhes da lua de mel e revolta web

Influenciadora de 12 anos mostra detalhes da lua de mel e revolta web

Em um caso que chocou a opinião pública e reacendeu o debate sobre a proteção à infância no Brasil, uma influenciadora digital de apenas 12 anos anunciou seu casamento com um jovem de 20 anos, compartilhando detalhes de sua lua de mel nas redes sociais. A revelação provocou uma onda de indignação e questionamentos legais, com muitos internautas expressando preocupação e repúdio à situação.


A postagem da influenciadora, que possui cerca de 800 mil seguidores, mostrava a decoração romântica preparada pelo marido em um hotel em João Pessoa, incluindo pétalas de rosas e balões em formato de coração. Apesar da aparente alegria da jovem, os comentários rapidamente se voltaram para a crítica da situação, com muitos apontando para a vulnerabilidade da menor e a inadequação de um adulto se casar com uma criança.


Internautas também questionaram o papel dos pais da influenciadora, sugerindo que a permissão para tal casamento poderia constituir negligência ou conivência com a situação. O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o Código Penal Brasileiro são citados como referências para a proteção dos direitos das crianças e adolescentes, indicando que a responsabilidade legal também recai sobre os responsáveis legais da menor.


O caso levanta importantes discussões sobre a influência das redes sociais na vida dos jovens e a pressão para amadurecimento precoce. Além disso, destaca a necessidade de conscientização sobre os direitos das crianças e a importância de salvaguardar sua integridade física e emocional.


Contexto Legal


A legislação brasileira é clara quanto à idade mínima para o casamento. Conforme o artigo 1.517 do Código Civil, é permitido casar-se a partir dos 16 anos, com a autorização dos pais ou representantes legais. A união de uma criança de 12 anos, portanto, viola as normas estabelecidas, levantando questões sobre a validade do matrimônio e a responsabilidade dos envolvidos.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR

Em Destaque