Idoso foi estuprado e morto dentro de uma escola em Ibirité, MG

Idoso foi estuprado e morto dentro de uma escola em Ibirité, MG

Um idoso em situação de rua, de 61 anos, foi morto e estuprado dentro de uma escola em Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte, depois de se recusar a manter relações sexuais com um outro homem, também morador de rua, de 43 anos.


Segundo a Polícia Civil, Benjamim Balbino de Araujo, já vinha sendo abusado sexualmente pelo suspeito, que também costumava dividir o mesmo espaço para dormir. O suposto autor do crime também é acusado de agredir a avó cadeirante, de 89 anos.


De acordo com o delegado responsável pelo caso, Weligton Faria, Benjamim foi encontrado morto com diversos ferimentos no crânio no início do mês. Após diligências, o suspeito do crime foi abordado próximo ao local do homicídio e confessou a autoria do crime. Segundo o delegado, uma das motivações para o crime seria disputa por bebida alcoólica. “O suspeito aproveitou da posição debilitada da vítima, que já estava há dez anos da rua, e a agrediu covardemente”, explicou.


Ainda segundo o investigador, o suspeito tem outras passagens na polícia, por furto, desobediência, roubo e desacato. “É investigado até por agressão a própria avó cadeirante, que não possui as duas pernas”, contou.


Familiares
A família de Benjamim foi pega de surpresa com a notícia. Um dos filhos dele, o montador de imóveis, Rodrigo da Cruz Araújo, de 31 anos, acreditava que iria salvar o pai antes que o alcoolismo o matasse. “Ele tinha o vício dele, mas todo mundo o conhecia. Ele nunca roubou ou fez mal para ninguém. Não era porque era morador de rua que merecia isso”, lamentou.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR

Em Destaque