Homem é preso em BH suspeito de integrar quadrilha que rouba joias em MG

Homem é preso em BH suspeito de integrar quadrilha que rouba joias em MG

Um homem foi preso, na noite desta terça-feira (9), suspeito de integrar uma quadrilha especializada em roubo de joias na Região Metropolitana de Belo Horizonte.


Anteriormente, o grupo assaltou um homem que saía de uma agência bancária e levou material avaliado em mais de R$ 50 mil. A mulher do suspeito também foi detida porque o casal tentou subornar a Polícia Militar (PM).


Segundo a PM, Túlio Henrique da Cruz Silva, de 29 anos, recebeu quase R$ 6 mil após a venda dos produtos roubados. De acordo com a polícia, ele integra uma quadrilha especializada no roubo de joias, que age sempre da mesma forma.


À tarde, eles seguiram uma vítima até a Região da Pampulha, na capital mineira. Ela tinha acabado de sair de uma agência bancária na Região Centro-Sul, que trabalha com o penhor de bens. Os homens acreditavam que ela estivesse com joias. “Saindo de lá, eu fui abordada por um rapaz de moto e ele levou os meus pertences e, graças a Deus, eu consegui recuperá-los”.


Segundo a polícia, como não conseguiram encontrar o que procuravam, os ladrões retornaram para a porta da agência e escolheram outro alvo: um homem que veio de Goiás buscar as joias que havia arrematado em um leilão. Ele foi seguido até o Centro da capital, quando os bandidos anunciaram o assalto.


A polícia chegou aos suspeitos com as informações repassadas por outra vítima do grupo, assaltada no mês passado.


Os militares foram até o bairro Novo Boa Vista, em Contagem, e prenderam Túlio. Ele estava no carro que era usado para cometer os crimes e tentou subornar a PM. A mulher dele, Laisa Marcely, de 24 anos, também foi presa.


Por meio de mensagens dos celulares apreendidos com o suspeito, a polícia ainda tenta identificar quem comprava as joias roubadas e os outros integrantes da quadrilha. Ainda de acordo com a polícia, Túlio já havia sido preso por receptação, roubo e tráfico de drogas.