Homem de Betim reencontra mãe depois de 58 anos


Homem de Betim reencontra mãe depois de 58 anos

O ano mal começou e o betinense José Irani da Cruz, mais conhecido na cidade como Maritaca, vivenciou uma forte emoção. Depois de 58 anos, quando já tinha perdido as esperanças, o aposentado reencontrou a mãe. “Ela foi embora quando eu era bem novinho ainda e minha avó que me criou. Nunca faltou nada para mim, recebi muito amor, mas tinha curiosidade em conhecê-la”, revelou.


De acordo com Maritaca, durante muitos anos ele buscou informações que pudessem leva-lo até à mulher, mas nunca consegui nada de concreto e desistiu. “No fim do ano passado, um sobrinho que trabalha em um órgão público começou a pesquisar e, pela internet, conseguiu encontra-la”, contou.


No início deste ano, acompanhado de outros familiares, Maritaca viajou até Santa Terezinha, na cidade de Mesquita, no Rio de Janeiro. Lá ele reencontrou dona Cecília de Paula, aos 79 anos e descobriu que também tem uma irmã. “Foi muito emocionante conhecê-las. Um reencontro muito bonito para todos nós. Poder dá um abraço apertado em minha mãe depois de tantos anos foi muito especial. Nunca senti raiva dela. Recebi muito amor da minha avó e não posso julgar o que minha mãe sentiu naquela época. Quero aproveitar o tempo que ainda nos resta”, afirmou Maritaca, que já está planejando trazer dona Cecília e a irmã para Betim, em breve.


“As pessoas que estão em busca de algum parente ou amigo não devem desistir. Uma hora esse reencontro acontece e é muito bonito”, finalizou.

homem betim reencontra depois
2020-1-20 09:59 pm Cidades 1157 0 0