Homem baleado pela ex morre esperando Justiça

Homem baleado pela ex morre esperando Justiça
Carlos Augusto foi baleado em 2015 pela policial aposentada Paula de Carvalho Batista. Ele passou a viver com limitações físicas e ficou endividado. Quatro anos depois, veio a falecer. Paula chegou a ser condenada a 12 anos de prisão, mas entrou com recursos na Justiça e até hoje está em liberdade. Para assistir ao conteúdo na íntegra, acesse PlayPlus.com

#CidadeAlerta #RecordTV

Assista ao Vídeo

Participe da nossa enquete

Na sua opinião quem é o culpado pela dívida bilionária que quebrou o estado de Minas Gerais?
Resultados