Greve dos caminhoneiros: líder pede para que motoristas não trabalhem nesta quarta


Greve dos caminhoneiros: líder pede para que motoristas não trabalhem nesta quarta
O líder caminhoneiro Wallace Landim pediu que a categoria não trabalhe nesta quarta-feira (19). Por meio de vídeo, o organizador do movimento que parou as estradas em 2018, afirma que a luta é em defesa da tabela do frete. Ao convocar o movimento, Chorão destacou que os caminhoneiros não devem fechar estradas nesta quarta. A Abrava, associação presidida por Chorão, deverá participar do julgamento como Amicus curiae (amigo da causa).


Entenda o caso


Uma nova greve dos caminhoneiros foi convocada para acontecer na próxima quarta-feira (19). A ideia inicial era permitir que a categoria pudesse acompanhar a votação que ocorreria no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a constitucionalidade da tabela do frete. Mas a votação foi suspensa a pedido da Advocacia Geral da União (AGU).


O conteúdo continua após o anúncio

Uma reunião de conciliação foi agendada para o dia 10 de março pelo Ministro do STF, Luiz Fux. O adiamento da votação desagradou os caminhoneiros, que decidiram manter a paralisação em protesto. “A categoria vai parar na quarta-feira em resposta ao descaso do ministro (Fux), afirma Chorão.


O sindicalista afirma que Fux não indicou quando o assunto voltará à pauta do Supremo. Trata-se do segundo pedido de adiamento de votação do tema feito pelo governo. Segundo integrantes da equipe do Palácio do Planalto, há diálogo permanente com a categoria. O risco de uma nova greve seria nulo.


(Com informações do O Tempo e Estadão)