Governo admite que pode criar nova CPMF



Conhecida como imposto do cheque, a CPMF foi cobrada dos brasileiros de 1997 a 2007. A cada movimentação financeira, o contribuinte pagava 0,38% do tributo. Jair Bolsonaro já afirmou que a CPMF não iria voltar, mas o ministro da Economia, Paulo Guedes, parece estar convencendo o presidente a admitir a volta da taxação. A ideia ainda não está consolidada no governo. Alguns defendem que ela seja primeiro testada por seis meses como forma de contribuição substituta, e não como aumento da carga tributária. Para assistir ao conteúdo na íntegra, acesse PlayPlus.com

#JornaldaRecord #Bolsonaro #CPMF