Governador Romeu Zema é Vaiado na Entrega da Medalha da Inconfidência em Ouro Preto

Governador Romeu Zema é Vaiado na Entrega da Medalha da Inconfidência em Ouro Preto

A cerimônia anual da Medalha da Inconfidência, realizada neste domingo (21/4) em Ouro Preto, teve momentos de tensão quando o governador Romeu Zema (Novo) foi vaiado por parte do público na Praça Tiradentes.


O evento, que homenageia personalidades que contribuíram para o desenvolvimento social e econômico de Minas Gerais, contou com a ausência de alguns dos principais homenageados, incluindo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), escolhido para receber o Grande Colar.


A falta de Fernando Henrique Cardoso, atribuída a motivos de saúde, foi comunicada pelo governo do estado durante a cerimônia, sendo seguida por uma salva de palmas em sua homenagem. O ex-presidente, conhecido por sua influência política e econômica, será necessário realizar um encontro com Zema para receber pessoalmente o Grande Colar, conforme protocolo da premiação.


Além da ausência de FHC, outros homenageados notáveis, como a ex-ministra da Agricultura e senadora Tereza Cristina (PP-MS) e o ex-jogador Ronaldo Fenômeno, não compareceram ao evento.


Apesar das vaias, Zema enfatizou a importância do legado de Fernando Henrique Cardoso para seu governo, destacando a necessidade de uma mudança de paradigma em Minas Gerais.


A presença de personalidades como o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e o senador Irajá Filho (PSD-TO), entre outros, marcou a cerimônia, onde Zema ressaltou a criatividade, coragem e determinação dos homenageados em busca do progresso social e econômico do estado.


A entrega da Medalha da Inconfidência é um evento emblemático em Minas Gerais, realizado em 21 de abril, Dia de Tiradentes, que este ano contou com momentos controversos devido às vaias direcionadas ao governador, contrastando com os atos cívicos e militares tradicionais da cerimônia.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR

Em Destaque