Gastos do Governo de Minas com itens de luxo são questionados; quilo de presunto chega a custar R$ 550

Gastos do Governo de Minas com itens de luxo são questionados; quilo de presunto chega a custar R$ 550

A oposição apurou e está levantando questões sobre os gastos do governador de Minas Gerais, Romeu Zema, com itens culinários considerados de luxo. Durante uma reunião na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, foi apresentado que o Gabinete Militar do Governador contratou um sacolão de Sete Lagoas por R$ 307,6 mil para fornecer itens como presunto parma, vinho culinário chileno e latas de palmito. O quilo deste tipo de presunto chega a custar R$ 550 reais.


Deputados de oposicao usaram a tribuna da ALMG para destacar  que essa despesa contradiz com a imagem de austeridade que Zema tenta projetar nas redes sociais. Um deputado do PV acusou o governador de estelionato eleitoral e mencionou o aumento de 300% em seu salário, enquanto ao mesmo tempo gasta elevadas quantias em itens de culinária de alto padrão com dinheiro público. Contratos de um ano, firmados em abril, incluem, além dos itens citados, chicletes, azeite extra-virgem, óleo de coco, biscoito tipo Bis, licores, sal do Himalia, entre outros, somando 306 produtos diferentes.


Em resposta, o governo de Minas não confirmou se Zema continua doando seu salário, como fez no primeiro mandato. Justificou os gastos alegando que os produtos são necessários para abastecer o estoque do Palácio Tiradentes, atendendo a demanda alimentar rotineira e eventos possíveis. O governo também afirmou que os contratos prevêem entregas parceladas, conforme a demanda.


Curiosamente, os detalhes dos contratos não estão mais disponíveis no Portal da Transparência. Além disso, foi informado que o governador atualmente vive em uma casa alugada em Belo Horizonte, custeada com recursos próprios.


Esta situação levanta questões sobre a transparência e a congruência entre as ações públicas e a imagem projetada pelos políticos, especialmente em um contexto de dificuldade econômica por que atravessa o estado de Minas Gerais.

Siga o Instagram do Portal Minas Seguir