'Filipim Branco' é preso após tentativa de explodir banco em Dores do Turvo, MG

'Filipim Branco' é preso após tentativa de explodir banco em Dores do Turvo, MG

Foragido da Justiça, bandido ipatinguense e bando são acusados de atacar bancos nos últimos dias em várias cidades


A Polícia Militar prendeu, nesta quinta-feira, Felipe Moreira Quirino, 26 anos, conhecido como Filipim Branco. A prisão aconteceu após uma tentativa de arrombamento a um caixa eletrônico em Dores do Turvo/MG. Ele foi abordado na chegada da cidade de Senador Firmino/MG, próximo a Ubá.



 Além de Filipim, mais quatro pessoas foram presas e um grande arsenal de armas foi apreendido.


O ataque aconteceu na agência do Bradesco, ao lado da prefeitura de Dores do Turvo, na Zona da Mata. Por volta de 1h, os autores fizeram uma vítima de refém e tentaram explodir o equipamento. Eles não contaram foi com a ação de um vigilante, morador das proximidades e atraído pelo som das marretas, flagrou o bando. O segurança trocou tiros com os bandidos.

Assustados com esta situação, eles desistiram sem explodir o caixa eletrônico e fugiram, porém um dos autores foi reconhecido. Bruno da Silva Barbosa, de 21 anos, morador da cidade, foi visto durante o dia monitorando os arredores da agência atacada. 

Com a chegada das equipes da PM, vindas de vários municípios, foi desencadeada uma operação na região e preso Bruno. Na casa dele, um arsenal foi localizado pelos policiais militares. Muita munição, revólveres, pistolas e cartucheira de calibre 12. 


As buscas continuaram até a localização de Filipim, que estava escondido em um matagal, entre os municípios de Senador Firmino e Dores do Turvo. Mesmo cansado e ferido por se enrolar em uma cerca de arame farpado, ele ainda tentou tomar a arma de um policial até ser dominado e preso. No momento da prisão, segundo a PM, o foragido ainda tentou subornar os policiais ao a oferecer R$ 100 mil para que fosse liberado.