Filarmônica de Minas Gerais lança a Temporada 2024

Filarmônica de Minas Gerais lança a Temporada 2024

Desde 2008, entre os meses de setembro e outubro, a Filarmônica de Minas Gerais lança a sua programação para o ano seguinte. A partir desse momento, o público já pode conhecer as obras e compositores que serão interpretados pela orquestra e os artistas que se vão se apresentar na Sala Minas Gerais no ano seguinte.


A programação para 2024 foi apresentada na noite dessa terça-feira (3/10) no canal da Filarmônica de Minas Gerais no Youtube. O anúncio foi feito pelo Diretor Artístico e regente titular da Filarmônica, maestro Fabio Mechetti, e pelo regente associado da orquestra, José Soares.


No mesmo dia, foi aberta a campanha de assinaturas, por meio da qual o público poderá adquirir, antecipadamente, ingressos para todo o ano de 2024.  A Filarmônica de Minas Gerais oferece, anualmente, assinaturas para cinco séries de concertos: Presto e Allegro (realizadas às quintas-feiras), Veloce e Vivace (realizadas às sextas-feiras) e Fora de Série (aos sábados). 


A novidade para 2024 é a modalidade de assinatura destinada a pessoas entre 14 e 17 anos. O objetivo é despertar o amor pela música nos jovens e estimular o hábito de vivenciar a música de concerto regularmente na Sala Minas Gerais. A campanha de assinaturas vai até 28/1/2024, e a Temporada 2024 tem início em 2/3/2024.


Para o maestro Fabio Mechetti, “desenhar uma temporada de concertos sinfônicos, original, intensa, equilibrada e instigante, tanto para o público quanto para os músicos que a executam, é sempre uma tarefa estimulante e desafiadora, que exige planejamento e organização. O momento de anunciar essa programação é particularmente emocionante, pois compartilhamos com o nosso público o resultado de um trabalho que estamos desenvolvendo há muito tempo e que traz verdadeiras riquezas para usufruirmos no ano seguinte. É um prazer enorme lançar a Temporada 2024 da Filarmônica de Minas Gerais, anunciar as obras-primas nela contidas e os artistas que convidamos para dividir conosco, no palco da Sala Minas Gerais, a magia do fazer música”.


Destaques da programação


Em 2024, a Filarmônica de Minas Gerais celebra os 80 anos de nascimento de Marisa Rezende, os 125 anos de nascimento e 50 anos de morte de Duke Ellington, 125 anos de nascimento de Francis Poulenc, 150 anos de nascimento de Arnold Schoenberg e de Gustav Holst, 200 anos de nascimento de Anton Bruckner, Bedrich Smetana e Carl Reinecke, 275 anos de nascimento de Domenico Cimarosa, 75 anos de morte de Richard Strauss, 100 anos de morte de Gabriel Fauré, de Giacomo Puccini e de Frédéric Chopin.


Celebrando alguns aniversários importantes, a Temporada 2024 foi desenhada como uma oportunidade de revisitar certas obras célebres do repertório sinfônico. Dentre elas, vários poemas sinfônicos de Richard Strauss (75 anos de morte), a Sétima Sinfonia de Bruckner (200 anos de nascimento), o universo sonoro de Os Planetas (150 anos de nascimento de Holst) e uma apresentação em forma de concerto de Madama Butterfly, em homenagem aos 100 anos de morte de Puccini. A orquestra volta a explorar as sinfonias de Mahler (sua Sétima) e introduzir duas obras corais de grande beleza e profundidade: o Réquiem de Fauré e o Glória de Poulenc.


A Temporada 2024 começa com a imersão no papel da orquestra na arte operística. Em 2/3/2024, às 18h, na Sala Minas Gerais, a Filarmônica de Minas Gerais apresenta os pilares da ópera alemã, com algumas das mais famosas aberturas de ópera criadas naquele país: do classicismo de Mozart e Gluck ao romantismo extremo de Wagner, culminando com uma das primeiras experimentações no gênero feita por Richard Strauss, um dos compositores homenageados nesta temporada. A regência será do maestro associado da Filarmônica de Minas Gerais, José Soares.


Em 2024, a série Fora de Série terá como foco o papel da orquestra na ópera. A música feita pela orquestra é essencial no desenvolvimento das narrativas das óperas, indicando personagens, ambientes e as emoções nesta que é considerada a síntese de todas as artes. A série Fora de Série vai apresentar aberturas, intermezzos, balés, árias e conjuntos vocais da arte lírica feita em diferentes países. Durante seis sábados do ano, com o tema “A Orquestra na Ópera”, a série vai destacar os Pilares da Ópera Alemã (2/3), Ópera italiana, alegria e paixão (4/5), Danças e inovações da ópera francesa (29/6), Os caminhos da ópera no Brasil (14/9), Ópera russa, verdadeira aquarela sonora (5/10), encerrando com a Ópera em noite de gala (30/11).


Convidados nacionais e internacionais


Dentre os talentosos solistas que se juntarão à filarmônica em 2024, estarão os consagrados Arnaldo Cohen, Antonio Meneses e Vadim Gluzman, assim como a nova safra de jovens solistas internacionais, como a violinista Geneva Lewis e o mais recente vencedor do Concurso Rainha Elisabeth da Bélgica, o barítono sul-coreano Taehan Kim. Farão sua estreia com a filarmônica os regentes convidados John Axelrod e Jan Latham-Koenig e duas jovens regentes brasileiras que vêm se afirmando no cenário musical nacional, Simone Menezes e Mariana Menezes.


Os músicos e musicistas da Filarmônica de Minas Gerais, que ganham destaque anualmente na programação da orquestra, também estão presentes como solistas em 2024, como Marcus Julius Lander, principal clarinetista, e Adolfo Cabrerizo, principal fagotista, que se unem para executar o envolvente dueto-concertino de Richard Strauss, e a principal flautista da filarmônica, Cássia Lima, que interpretará o Concerto para flauta de Reinecke.


Gravações


A Filarmônica de Minas Gerais continuará sua parceria com o Itamaraty e o selo internacional Naxos no projeto A música do Brasil, que prevê o lançamento de obras de compositores brasileiros para divulgação no exterior. Desde o início da parceria, foram lançados álbuns dos compositores Alberto Nepomuceno (2019), Almeida Prado (2020), indicado ao Grammy Latino 2020, D. Pedro I (2022), nas celebrações do Bicentenário da Independência do Brasil, e Carlos Gomes (2023), com nove aberturas e trechos de ópera do compositor brasileiro.


Em 2024, a Filarmônica de Minas Gerais gravará obras de Henrique Oswald, compositor essencial do Romantismo brasileiro.


Outro projeto inédito da Filarmônica de Minas Gerais é a gravação das Sinfonias de Mahler. Desde 2017, a Orquestra já gravou as sinfonias números 1, 2, 3, 5 e 6 do compositor que, de forma visceral, alcançou a alma humana com sua música. Em 2024, a Orquestra grava a sua Sétima Sinfonia, obra de grande verve dramática e declarado otimismo na superação humana.


Lançamento de CD


Em comemoração aos 125 anos de nascimento de Lorenzo Fernandez (Rio de Janeiro, 1897 – 1948), a orquestra gravou, em 2023, a Primeira e a Segunda Sinfonias do compositor carioca, assim como seu famoso balé Reisado do Pastoreio.  O álbum será lançado em 2024 e também integra o projeto A música do Brasil, parceria da Filarmônica de Minas Gerais com o selo internacional Naxos e o Itamaraty.


Filarmônica Digital


A Filarmônica segue seu projeto de difusão da música de concerto em ambiente digital, por meio da realização de várias ações em suas redes sociais e no canal do Youtube. Dentre elas estão a produção e a veiculação de documentários, a veiculação de conteúdos educacionais e transmissões ao vivo de concertos, direto da Sala Minas Gerais.


Confira mais detalhes sobre a Temporada 2024 e a campanha de assinaturas no site da Filarmônica de Minas Gerais.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR