Detentos da Nelson Hungria iniciam produção de mesas de pingue-pongue

Detentos da Nelson Hungria iniciam produção de mesas de pingue-pongue

Na manhã desta quinta-feira (30/11), o Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), foi local do lançamento do projeto Mesas Solidárias, uma iniciativa da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), em colaboração com a Federação Mineira de Tênis de Mesa Olímpico e Paralímpico (FMTM).


O projeto, materializado por meio de um acordo de cooperação técnica, visa a capacitação de indivíduos privados de liberdade em serralheria, marcenaria e pintura, culminando na produção inicial de mil mesas de pingue-pongue.


A capacitação envolve, neste momento, 16 participantes. Além de representar uma ação de humanização e treinamento para os indivíduos privados de liberdade, o projeto busca fomentar a prática esportiva do tênis de mesa.


A expectativa é de instalação dos dispositivos produzidos pelos presos em cerca de cem centros de treinamento público no interior do estado, beneficiando jovens e adultos.


Durante a cerimônia de lançamento, o presidente da FMTM, Renato Belisário, destacou a singularidade da ação. "Esse é um projeto único, que trará um ótimo resultado, tanto para o esporte quanto para o lado social", disse.


Já o diretor-geral do Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG), Leonardo Badaró, enfatizou a contribuição valiosa da parceria para a política de reintegração social, beneficiando não apenas os detentos, mas também pessoas em situação de vulnerabilidade social no estado de Minas Gerais.


* com informações da Agência Minas

Participe da nossa enquete

Na sua opinião quem é o culpado pela dívida bilionária que quebrou o estado de Minas Gerais?
Resultados