De olho na reeleição, Presidente da Câmara dobra auxílio-moradia para deputados federais

De olho na reeleição, Presidente da Câmara dobra auxílio-moradia para deputados federais

O atual presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), tem se destacado como um dos principais nomes na disputa pelo comando da Casa. E recentemente, ele editou uma medida que dobra o auxílio-moradia pago atualmente aos deputados.


De acordo com a medida, os deputados passarão a receber R$ 8.401 de auxílio-moradia, o dobro do valor anterior de R$ 4.253. A medida permite aos parlamentares aumentar a cifra destinada ao aluguel na capital federal utilizando um valor adicional de R$ 4.148 disponível na chamada “cota para exercício de atividade parlamentar”, que é destinada a custear os gastos dos membros da Câmara.


Os deputados que não ocupam os imóveis funcionais da Casa têm direito ao auxílio moradia. Os apartamentos da Câmara têm quatro quartos e cerca de 200 metros quadrados. Além disso, a medida editada por Lira ainda garante aos deputados o reembolso de até quatro passagens aéreas, de ida e volta, por mês.


Outra benesse garantida pelo atual presidente foi a ampliação do reembolso para compra de combustíveis e lubrificantes, que chegará a R$ 9.392,00


As alterações, no entanto, só passarão a valer no dia 1º de fevereiro, quando será realizada a eleição na Câmara e no Senado. Na data, os parlamentares das duas Casa escolherão os novos presidentes e integrantes dos cargos na mesa diretora.


Enquanto isso, a medida tem gerado polêmica, com críticas por parte de alguns setores da sociedade, que questionam a necessidade desse tipo de gasto para os deputados.