Comitê dos EUA acusa Moraes de censura e sugere que o Brasil caminha para uma ditadura

Comitê dos EUA acusa Moraes de censura e sugere que o Brasil caminha para uma ditadura

O comitê da Câmara dos Estados Unidos divulgou um relatório criticando as decisões do ministro Alexandre de Moraes, do STF, chamando-as de "censura da liberdade de expressão online no Brasil". O documento, liderado pelo congressista republicano Jim Jordan, faz parte de um subcomitê que investiga o uso de empresas para censurar manifestações legítimas.


Moraes foi alvo de críticas por bloquear contas e determinar a preservação de conteúdo no antigo Twitter. Além disso, o relatório destaca que o ministro pratica atos de censura contra quem critica o STF e o governo Lula. Essas ações são vistas como uma tentativa de silenciar opositores políticos e pontos de vista desfavoráveis.


O relatório serve como alerta aos americanos sobre possíveis violações à liberdade de expressão em outros países, como o Brasil.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR

Em Destaque