Com 76% de risco de queda, Cruzeiro encara o Vasco no jogo mais importante do ano


Com 76% de risco de queda, Cruzeiro encara o Vasco no jogo mais importante do ano

Mesmo com 76% de risco de ser rebaixado, o Cruzeiro depende só de suas forças para se garantir na elite do futebol nacional. O primeiro passo para isso ocorrer é vencer o Vasco nesta segunda-feira, a partir das 20 horas, em São Januário, no Rio de Janeiro. Será a antepenúltima partida da Raposa no Campeonato Brasileiro 2019.  A chegada do técnico Adilson Batista é a principal aposta para iniciar a recuperação. 


“Vejo qualidade no grupo, que há pouco tempo foi bicampeão. Ninguém esquece de jogar bola. Agora é dar confiança e trabalhar, trabalhar com intensidade. O momento afunilou, são três jogos decisivos. Agora é vivenciar o Vasco, ao qual enfrentei recentemente e fomos melhores”, destacou o treinador ao ser apresentado.


Os torcedores cruzeirenses, a esta altura do campeonato, estão todos com calculadoras nas mãos. As possibilidades são muitas, mas é certo que uma vitória sobre o Vasco tirará a equipe celeste da zona de rebaixamento e dará a ela a vantagem de depender apenas de suas forças para escapar da degola. No momento, o Cruzeiro é o 17º colocado, com 36 pontos, dois a menos do que o Ceará.


O clima no clube, naturalmente, é péssimo e de cobranças. A sede cruzeirense já foi pichada e no último sábado foi divulgado em redes sociais um vídeo em que torcedores, em conversa com o presidente Wagner Pires de Sá, ameaçam agredir os jogadores e até matar o meia Thiago Neves, que perdeu um pênalti na derrota por 1 a 0 para o CSA, na quinta-feira, em caso de rebaixamento.


Thiago Neves, aliás, está com um edema na coxa esquerda e, por isso, vai desfalcar o Cruzeiro na estreia do técnico Adilson Batista. O ex-zagueiro cruzeirense, que já teve passagem de sucesso como treinador da equipe, foi o escolhido para substituir Abel Braga e tentar tirar a equipe do buraco. Ao menos o paranaense, que até o meio da semana trabalhava no Ceará (justamente o maior concorrente do Cruzeiro na briga contra a degola), tem algo importante a seu favor: a maioria da torcida aprovou sua contratação.


Além de Thiago, Adilson não poderá contar com o lateral-esquerdo Dodô, outro que tem um problema físico. O novo treinador deve fazer algumas alterações na equipe, sendo a principal delas a entrada no ataque do camaronês Joel, que ainda não foi titular desde que voltou ao clube. Com isso, o veterano Fred ficará no banco de reservas em São Januário.


O zagueiro Dedé, recuperado de uma cirurgia no joelho direito, tem chance de voltar à equipe, mas o mais provável é que Adilson o deixe no banco. Até para fugir do ambiente tenso em Belo Horizonte, o Cruzeiro encerrou sua preparação para a partida no Rio, onde treinou neste domingo no CT do Flamengo.


Vasco 


A derrota para o São Paulo praticamente enterrou o sonho do Vasco de conquistar uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. Assim, resta ao clube tentar garantir um lugar na Sul-Americana.


No momento, a equipe carioca está dentro da zona de classificação para a segunda principal competição de clubes da América do Sul, mas a concorrência é acirrada e o Vasco sabe que precisa pontuar para não correr o risco de terminar o Campeonato Brasileiro como 15º ou 16º - os dois times que não são rebaixados, mas também não vão à Sul-Americana.


Para vencer o Cruzeiro, o Vasco terá de voltar a fazer São Januário ser um fator de desequilíbrio a seu favor. A equipe carioca tem contado com grande apoio de seus torcedores nos jogos em casa, mas isso tem tido pouco efeito prático. Nas últimas três partidas em seu estádio, o time marcou apenas um ponto - derrotas para Grêmio e Palmeiras e empate com o Goiás.


Sem vencer há três rodadas do Brasileirão, o Vasco tem dois problemas para a partida contra o Cruzeiro: os volantes Marcos Júnior e Raul. O primeiro levou uma pancada na cabeça na derrota para o São Paulo e, por causa disso, não deverá ser escalado nesta segunda; o segundo não poderá jogar porque levou o terceiro cartão amarelo.


Por causa dos desfalques, técnico Vanderlei Luxemburgo deverá escalar Felipe Bastos e Valdivia no meio de campo vascaíno. No ataque, a novidade será a presença de Rossi, que não enfrentou o São Paulo.


Ficha técnica


Vasco x Cruzeiro


Vasco: Fernando Miguel; Pikachu, Henriquez, Cástan e Henrique; Richard, Bruno Gomes, Marcos Junior e Guarín; Bruno César e Marrony. Técnico: Vanderlei Luxemburgo


Cruzeiro: Fábio, Orejuela, Cacá, Léo e Egídio, Henrique, Éderson, Ariel Cabral (Robinho), David (Marquinhos Gabriel, Pedro Rocha e Joel (Fred). Técnico: Adilson Batista


Motivo: 36ª rodada do Campeonato Brasileiro


Data e horário: 2 de dezembro de 2019, segunda-feira, às 20h


Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)


Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)


Auxiliares: Bruno Raphael Pires (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)


Árbitro de Vídeo: André Luiz de Freitas Castro (GO)