Chinês tem casa invadida e é espancado até a morte em SP



O chinês Woqian Yang, de 32 anos, foi espancado até a morte após ter a casa invadida por criminosos na zona sul de São Paulo. Até o momento, ninguém foi preso.

O crime aconteceu por volta das cinco horas da manhã desta sexta-feira (13), nesta casa que pertencia uma família de chineses. No térreo, funciona O comércio da família

Foram quase duas horas de terror. Segundo a polícia, os criminosos entraram pelos fundos da casa e encontraram o pai na cozinha e a mãe na sala.

Os dois foram amarrados e ameaçados com uma faca. Os ladrões ainda jogaram álcool no casal e disseram que queimariam os dois caso não encontrassem dinheiro na casa.

Os criminosos roubaram R$ 4,5 mil. O casal prestou depoimento e disse que cinco homens participaram do assalto. A família está há 20 anos no Brasil.