China recupera uma caixa-preta do avião que caiu na segunda-feira

China recupera uma caixa-preta do avião que caiu na segunda-feira

Uma caixa-preta do Boeing 737-800 que caiu na segunda-feira China com 132 pessoas a bordo foi recuperada, anunciou nesta quarta-feira Administração da Aviação Civil da China (CAAC).


"Uma caixa-preta do voo da MU5735 da China Eastern Airlines foi encontrada em 23 de março", afirmou Liu Lusong, porta-voz da CAAC. 


O Boeing 737-800 está equipado com duas caixas-pretas: uma na parte posterior da cabine de passageiros, que registra os dados do voo, e outra na cabine de comando, que tem um gravador (ditafone) incorporado. 


"No momento, não sabemos se é o (aparelho) que registra os dados ou o gravador da cabine de comando", disse Mao Yanfeng, diretor da CAAC, citado pela imprensa estatal.


O voo decolou de Kunming (sudoeste) e seguia para Cantão (sul), mas na metade do trajeto perdeu mais de 26.000 pés de altura (quase 8.000 metros) em apenas três minutos e caiu na região de Guangxi (sudoeste).


Até o momento, o governo não anunciou oficialmente a morte de todos os passageiros, enquanto a companhia aérea reconheceu apenas que pessoas a bordo do voo morreram, mas não revelou detalhes.


De acordo com o sistema de rastreamento de voos FlightRadar24, a aeronave perdeu quase 21.250 pés (6.477 metros) em um minuto.


Após uma breve elevação, o avião voltou a cair, a 1.410 metros, segundo o FlightRadar24, para ficar a apenas a 983 metros do solo. Às 14h22 locais de segunda-feira, os radares perderam o contato com o voo.


Buscas suspensas


A chuva interrompeu nesta quarta-feira (23) as buscas por possíveis sobreviventes e pela outra caixa-preta do Boeing 737-800 que caiu na segunda-feira. 


Centenas de bombeiros, militares, médicos e voluntários foram mobilizados para buscar vestígios dos passageiros, de seus pertences, assim como as caixas-pretas. 


Um funcionário da Administração Chinesa de Aviação Civil (CAAC) afirmou na terça-feira que não foram encontrados sobreviventes até o momento. O avião caiu praticamente na vertical, antes de pegar fogo, o que reduz a praticamente zero as esperanças.


As buscas foram suspensas nesta quarta-feira devido às fortes chuvas, que deixaram a área do acidente tomada por lama e dificultam o acesso das equipes de emergência. 


"É possível que aconteçam pequenos deslizamentos de terra", afirmou um repórter do canal estatal CCTV, que também disse que ainda é possível sentir o cheiro de querosene no local.


A possível confirmação das mortes de todos os 123 passageiros e nove integrantes da tripulação transformaria este no pior acidente de avião desde 1994 na China, onde a segurança aérea é considerada muito boa por especialistas. 


De acordo com a CCAA, todas as pessoas a bordo eram de nacionalidade chinesa.