Brasileiros aderem ao boicote à carne nos supermercados e preços podem cair


Brasileiros aderem ao boicote à carne nos supermercados e preços podem cair

Preço elevado faz consumidores boicotarem o produto


O aumento do preço da carne no Brasil está fazendo o brasileiro por em prática uma das regras primordiais do capitalismo: a lei da oferta e da procura


Nas redes sociais já começam a viralizar postagens sugerindo com que o brasileiro boicote o consumo da carne nos açougues e supermercados visando uma queda dos preços. A iniciativa, que teve origem através da indignação do próprio consumidor, tende a dar certo, segundo alguns especialistas na área ecônomica.


“Em um mercado fechado como o do Brasil, a formação de cartéis é comum. O livre mercado ensina o consumidor a cobrar mais qualidade e menos preço”, avalia o professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP) Wellington Franco Rocha.




Exemplo de publicação que viralizou em grupos de Whatsapp e Facebook


No dia a dia, as donas de casa, que são as que tem essa percepção de custos no orçamento doméstico, estão buscando alternativas no cardápio familiar para substituir a carne.


"Aqui em casa praticamente eliminamos a carne bovina do nosso cardápio. Estamos optando principalmente pelo consumo de peixes e frango e usando a criatividade em pratos à base de legumes", disse a dona de casa Helena Rocha, 56 anos, de Belo Horizonte.


Em alguns estabelecimentos, sobretudo nas grandes cidades, já é possível perceber uma ligeira redução do preço da carne.