Assaltantes fazem reféns em supermercado de Santa Cruz das Palmeiras

Assaltantes fazem reféns em supermercado de Santa Cruz das Palmeiras
Quatro homens armados invadiram um supermercado na manhã de terça-feira, dia 11 de outubro em Santa Cruz das Palmeiras. O grupo entrou no estabelecimento, localizado no bairro Étore Marquezelli, por volta das 8h da manhã e logo anunciou o assalto.

Algumas pessoas que perceberam a movimentação estranha no supermercado ligaram para a Polícia. Pelo menos 12 viaturas da PM e pouco mais de 20 policiais estiveram no local para garantir uma negociação segura com os assaltantes.

Foi uma manhã de muita tensão no bairro Étore Marquezelli. A tentativa de assalto mobilizou PMs de cinco cidades da região e chamou a atenção dos moradores que acompanharam todo trabalho da polícia. Os assaltantes entraram no supermercado e renderam o dono, dois funcionários e outras seis pessoas, entre elas uma criança de 5 anos.

Segundo um funcionário, que prefere não ser identificado, em um certo momento ele percebeu que o dono do estabelecimento foi levado pelos assaltantes para a residência, que fica logo acima do supermercado, e aproveitou a oportunidade para fugir em companhia de alguns clientes.

Segundo informações, os clientes que ficaram como reféns conseguiram sair pela porta da frente do supermercado sem ferimentos. Uma ambulância de suporte avançadoa do SAMU foi chamada para prestar atendimento às vítimas, já que algumas pessoas estavam em estado de pânico.

Durante as negociações, os bandidos subiram para a parte de cima onde fica a casa do dono e renderam também a mulher dele, além de um senhor de 89 anos. Os policiais então começaram a negociação. Primeiro na frente do supermercado e depois na sacada. O comandante da operação conta que foram momentos delicados, já que os ladrões estavam alcoolizados.

Depois de ficar mais de três horas sobre a mira de revolveres, o casal foi libertado após a chegada da imprensa e da advogada deles. Os quatro assaltantes foram presos em flagrante. Os dois revolveres apreendidos, um calibre 38 e o outro calibre 32, estavam carregados.

O filho do casal comerciante sentiu um alívio ao ver que seus pais e clientes não saíram feridos. De acordo com testemunhas, o empresário foi agredido enquanto estava sob poder dos invasores e, ao deixar o prédio, reclamava de fortes dores no ouvido.

Ainda emocionado, o irmão da dona do supermercado conta que acompanhou de longe a negociação com os assaltantes.

Sebastião Mariano, de 89 anos foi um dos clientes rendidos pelos ladrões na chegada ao comércio. Ele contou que tinha ido ao mercado buscar pão e foi surpreendido pelo grupo.

Segundo a Policia Civil, os bandidos são das cidades de São Carlos e Pirassununga e todos tem passagem pela polícia. Eles vão responder por cinco crimes: roubo qualificado, ameaça, cárcere privado, associação criminosa e porte ilegal de arma.

11/10/2016

Assista ao Vídeo

Participe da nossa enquete

Na sua opinião quem é o culpado pela dívida bilionária que quebrou o estado de Minas Gerais?
Resultados