Após morte em festa, prefeitura pretende fazer estudo sobre raves em Andradas, MG

Após morte em festa, prefeitura pretende fazer estudo sobre raves em Andradas, MG

A Prefeitura de Andradas (MG) vai fazer um estudo sobre o impacto de festas raves no município. A decisão foi tomada após um jovem anos morrer após passar mal e morrer durante uma delas e outro rapaz ser internado em estado grave.


César Hertz, de 20 anos, estava na festa no Clube Rio Branco desde sábado e passou mal na tarde de domingo. Ele foi socorrido com uma parada cardiorrespiratória, mas não resistiu e morreu no hospital da cidade. O laudo da morte deve ficar pronto em até 30 dias.


Já o outro rapaz, de 21 anos, foi socorrido, levado para a Santa Casa de Andradas e depois transferido para o Centro de Terapia Intensiva (CTI) da Santa Casa de Poços de Caldas. Segundo o hospital, seu estado de saúde é grave.


Andradas chega a ter cinco raves por ano, mas o que era pra ser sinônimo de diversão tem deixado muita gente preocupada. No início deste mês foi realizada uma audiência pública para discutir a realização destas festas, e o Ministério Público se posicionou contra. “Não é um evento que traz qualquer benefício para a sociedade, não é um evento cultural. É um evento que visa lucro e disseminação de drogas”, alega o promotor Wagner Iemini de Carvalho.


A deste fim de semana teve quase 30 horas de duração. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o local lotado. A rave começou no sábado e só terminou no domingo. “Infelizmente foi preciso que um jovem perdesse a sua vida para que haja agora pelo menos uma mobilização para evitar que outros jovens venham a perder sua vida”, acrescenta o promotor.


Depois da audiência a prefeitura se comprometeu a elaborar um estudo com o impacto que essas festas causam em Andradas. Serão analisados, por exemplo, os impactos no setor de saúde, de segurança pública e na área financeira. Ou seja, o quanto que essas festas movimentam na cidade. Esses dados serão reunidos e a ideia é que eles sejam apresentados em uma nova audiência pública. 

Participe da nossa enquete

Na sua opinião quem é o culpado pela dívida bilionária que quebrou o estado de Minas Gerais?
Resultados