Após denuncia de Zema, Fernando Pimentel é indiciado por desviar dinheiro de empréstimos consignados de servidores


Após denuncia de Zema, Fernando Pimentel é indiciado por desviar dinheiro de empréstimos consignados de servidores

O petista Fernando Pimentel, ex-governador de Minas Gerais, foi indiciado pela Polícia Civil do estado por peculato — subtração ou desvio de dinheiro público. 


Ele é suspeito de ter desviado quase R$ 1 bilhão em empréstimos consignados que não eram repassados aos bancos.


Além de Pimentel, o ex-secretário da Fazenda José Afonso Bicalho Beltrão da Silva também foi indiciado pelo crime. Se forem condenados, ambos pegar de 2 a 12 anos de prisão.


Dívida foi paga pelo governador Zema


O atual governador Romeu Zema afirmou recentemente em uma entrevista à jornalista Leda Nagle que encontrou esta dívida logo no início de sua gestão e que teve que paga-la para poder limpar o nome de milhares de servidores que estavam com o nome sujo no APC e Serasa. Veja o trecho da entrevista: