Advogado de Walter Delgatti afirma que é impossível provar o teor da conversa que seu cliente teve com Bolsonaro

Advogado de Walter Delgatti afirma que é impossível provar o teor da conversa que seu cliente teve com Bolsonaro

O advogado Ariovaldo Moreira, que representa o hacker Walter Delgatti Neto, afirmou na sexta-feira (18) que é possível provar que seu cliente esteve no Palácio da Alvorada em 2022 para um encontro com o então presidente Jair Bolsonaro (PL). No entanto, ele destacou que é "impossível" provar o conteúdo da conversa entre os dois.


A declaração foi feita por Moreira ao chegar à sede da Polícia Federal em Brasília, onde acompanhou o novo depoimento para o qual Delgatti foi convocado.


Na quinta-feira (17), durante a CPI do 8 de Janeiro do Congresso Nacional, Delgatti afirmou ter se reunido com Bolsonaro no ano anterior e que o então presidente lhe prometeu indulto caso ele fosse preso por eventual ação contra as urnas eletrônicas. A defesa do ex-presidente negou as alegações.


O caso atraiu atenção significativa e levantou questões sobre a natureza do encontro e as implicações potenciais das alegações de Delgatti. A investigação em curso e os depoimentos subsequentes podem lançar mais luz sobre os eventos e as circunstâncias que cercam essa reunião controversa. A situação também destaca os desafios legais e éticos de provar conversas privadas em contextos políticos sensíveis.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR