Adilson Batista é o preferido para assumir o Cruzeiro; saída de Abel deve ser oficializada hoje


Adilson Batista é o preferido para assumir o Cruzeiro; saída de Abel deve ser oficializada hoje
O técnico Adilson Batista, demitido do Ceará nesta semana, é o preferido da diretoria do Cruzeiro para assumir o time na reta final do Brasileirão. Ele deve desembarcar nesta sexta-feira em Belo Horizonte. Outro nome na lista da direção celeste é o de Odair Hellmann, ex-Internacional. A informação foi apurada pelos jornalistas João Vitor Xavier e Samuel Venâncio, da Rádio Itatiaia. 

Desde a derrota por 1 a 0 para o CSA, na noite dessa quinta-feira (28), no Mineirão, a diretoria do Cruzeiro busca um nome para comandar o time nas três partidas restantes do Brasileirão e evitar o primeiro rebaixamento da história do clube.


O técnico Abel Braga, que não concedeu entrevista coletiva após o revés, colocou o cargo à disposição e deve ter a saída oficializada nesta sexta-feira.


O Cruzeiro ocupa a 17ª posição, com 36 pontos, e precisa vencer os jogos restantes para não cair. O clube briga contra a queda mais diretamente com o Ceará, que soma 37 pontos, e anunciou nesta madrugada Argel Fucks, que deixou o CSA. 


O novo treinador será o quarto comandante celeste nesta temporada. Mano Menezes, Rogério Ceni e, por último, Abel Braga não conseguiram fazer o time jogar.


Apesar do histórico recente de trabalhos ruins, Adilson Batista teve sucesso na passagem pelo clube celeste, entre 2008 e 2010. Conquistou o bicampeonato mineiro (2008/2009) e vice da Copa Libertadores (2009). Em 169 partidas, ganhou 97, empatou 34 e perdeu 39, com 324 gols marcados e 193 sofridos.  


Ex-zagueiro, ele também defendeu a Raposa como jogador, entre 1989 e 1993, quando ajudou o clube a ganhar o estadual de 1990 e 1992 e as Supercopas de 1991 e 1992.