Ações da Fundação Renova devem gerar cerca de 6 mil empregos para tentar recuperar o Rio Doce

Ações da Fundação Renova devem gerar cerca de 6 mil empregos para tentar recuperar o Rio Doce

As cidades impactadas pelo rompimento da barragem de Fundão estão recebendo as ações de reparação desenvolvidas e executadas pela Fundação Renova. Esse trabalho de reconstrução prevê a geração de 6 mil empregos diretos até 2020, a partir de investimentos de cerca de R$ 3,5 bilhões, que deverão alavancar a economia local com o desenvolvimento de novos negócios e geração de renda. Esse valor, somado à movimentação na cadeia de abastecimento, deve chegar à casa dos R$ 6 bilhões. Se for levada em conta toda a movimentação da rede de fornecedores, a expectativa é de que sejam geradas cerca de 15 mil oportunidades de trabalho.


A Fundação Renova realizou um mapeamento ao longo da bacia do Rio Doce, que traçou o perfil, as vocações e as potencialidades econômicas de cada cidade, de Mariana (MG) a Regência (ES). O levantamento faz parte do programa de Estímulo à Contratação Local e prevê como uma das premissas a utilização 70% da mão de obra da própria região. Além disso, estima-se que 50% do valor investido em contratações sejam voltados a empresas locais. Essas medidas têm o objetivo de garantir que os recursos investidos fiquem nas cidades impactadas.


Os investimentos serão nas ações de reassentamento, recuperação de nascentes, manejo de rejeitos, reflorestamento, e tratamento de água e esgoto. As ações abrem espaço para novos negócios. O mapeamento indica que setores como construção civil, meio ambiente e reflorestamento, agronegócio, metalmecânico, comércio e serviço têm forte potencial de desenvolvimento.


Parcerias


Para garantir que as empresas locais tenham condições de oferecer produtos e serviços demandados pelas ações de reconstrução, a Fundação Renova conta com parcerias importantes. É o caso do acordo firmado com o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) para a injeção de capital nas micro e pequenas empresas. A ideia é oferecer uma linha de crédito aos fornecedores locais ao longo do Rio Doce, de maneira menos burocrática, para o aquecimento imediato dos negócios locais. A parceria também está em fase de negociação com o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).


Números por estado


Investimentos de 2017 a 2020


MG – R$ 2,8 bilhões


ES – R$ 730 milhões


Total: Cerca de R$ 3,5 bilhões


Valor do investimento somado à movimentação da cadeia produtiva


MG – R$ 4,6 bilhões


ES – R$ 1,4 bilhão


Total: Cerca de R$ 6 bilhões


Empregos diretos nas ações de reparação


MG – 5,2 mil vagas


ES – 1.142 vagas


Total: Cerca de 6 mil


Empregos totais (diretos mais os indiretos gerados pela rede de fornecedores)


MG – 12,7 mil vagas


ES – 2,7 mil vagas


Total: Acima de 15 mil


Mapeamento


– A Fundação Renova, entidade autônoma e independente que está à frente das ações de reparação, realizou um mapeamento ao longo da bacia do Rio Doce sobre economia local e geração de emprego e renda;


– O mapeamento dividiu a área impactada, de Minas Gerais ao Espírito Santo, em três regiões, definidas pela similaridade de perfil econômico:


Região 1: Mariana, Barra Longa, Santa Cruz do Escalvado e Rio Doce


Região 2: Ipatinga, Belo Oriente, Governador Valadares, Naque, Tumiritinga, Resplendor, Aimorés, Conselheiro Pena e outras cidades próximas


Região 3: Espírito Santo (Baixo Guandu, Marilândia, Colatina e Linhares);


 


– Negócios em potencial nos próximos anos:


Construção civil: construção predial, terraplanagem, infraestrutura, redes de água e esgoto, engenharia de projetos


Metalmecânico: fabricação de estruturas metálicas, caldeiraria, fabricação de tanques, silos e tubos, retífica de motores e manutenção de veículos


Meio ambiente e reflorestamento: serviços de gestão e controle ambiental, reflorestamento, reciclagem


Agronegócio: produção de alimentos (fruticultura, hortaliças), pecuária (corte e leite)


Comércio: material de informática, papelaria, peças para automóveis, pneus, farmácia, material de escritório, material de construção, adubos, mudas e cercamentos, uniformes e EPI’s


Serviço: hotelaria, refeições, qualificação profissional, serviços ambientais (monitoramento transporte de resíduos, paisagismo e jardinagem), saúde, gráfica, manutenção automotiva, manutenção de máquinas pesadas e transporte rodoviário


Turismo: turismo de negócios, turismo de lazer e turismo ecológico.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR

Em Destaque