Suposto triplex do Lula é invadido por militantes de extrema-esquerda

Suposto triplex do Lula é invadido por militantes de extrema-esquerda

MTST ocupou apartamento triplex na manhã desta segunda-feira (Foto: Reprodução/Mídia Ninja)


Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e da frente Povo Sem Medo ocuparam, na manhã desta segunda-feira (16), o apartamento triplex localizado no Edifício Solaris, na Praia das Astúrias, em Guarujá, endereço que levou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Manifestantes também realizam ato em frente à portaria do prédio.

Josué Rocha, coordenador nacional do MTST, afirmou que a entrada no edifício, por volta das 8h30, foi "tranquila, sem violência". Ele disse ainda que o ato se justifica pois o processo que condenou Lula foi uma "farsa".

"O movimento não tem hora para acabar. Se o triplex é do Lula, ele é nosso. Se ele não é, porque o Lula está preso? Esse é o nosso questionamento. Se é dele, ele que tem que pedir para a gente sair", afirma o coordenador do MTST. 

Equipes da Polícia Militar e da Guarda Civil do Município acompanham a manifestação. Segundo informações da PM, cerca de 30 pessoas conseguiram estão no apartamento. Já Rocha afirma que o triplex foi ocupado por 100 manifestantes, da Baixada Santista e da Capital Paulista.

Do lado de fora, por volta das 10 horas, cerca de 40 pessoas estavam presentes na manifestação.