STJ acolhe Habeas Corpus e libera ex-prefeita de Santa Luzia da prisão

STJ acolhe Habeas Corpus e libera ex-prefeita de Santa Luzia da prisão

Política está presa desde o último dia 7 de setembro no Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, em Belo Horizonte


O ministro Sebastião Reis Junior, da Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), acolheu, no início da noite desta quinta-feira (5), o pedido de habeas corpus feito pela defesa da ex-prefeita de Santa Luzia,na região metropolitana de Belo Horizonte,Roseli Pimentel (PSB). Ela é suspeita de ser a mandante do assassinato do jornalista Maurício Campos Rosa, de 64 anos, no dia 17 de agosto de 2016.


A defesa de Roseli apresentou o pedido de liberdade na última terça-feira (3), após o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) negar o pedido de prisão domiciliar que a defesa tinha feito na semana passada. O teor da decisão do ministro será revelado nesta sexta-feira (6).


O advogado de defesa de Roseli, Marcelo Leonardo, afirmou que só após a decisão chegar ao TJMG, na tarde desta sexta, será possível analisar o teor do documento. “A gente só tem o registro da decisão por enquanto. O pedido foi feito nos mesmos moldes do primeiro, com acréscimos técnicos”, comentou.


Suspeitas. Para a Polícia Civil, o jornalista foi morto porque estava cobrando dinheiro à prefeita para que não falasse mal dela no jornal. Outras quatro pessoas foram indiciadas pelo crime.


Roseli também é suspeita de desviar mais de R$ 80 milhões da Secretaria Municipal de Saúde de Santa Luzia.  O mandato de Roseli Ferreira Pimentel já havia sido cassado cinco vezes, mas ela continuava no cargo por força de liminares.


Por determinação do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, o vice-prefeito Fernando César (PRB) assumiu como prefeito desde 11 de setembro. Fernando César é acusado, junto com Roseli, de captação ou gasto ilícito de recursos financeiros na campanha eleitoral. Ele teve seu mandato cassado por cinco vezes, mas se manteve no cargo de vice-prefeito por determinação liminar, assim como Roseli, até ser presa.


Curta a página do Portal Minas no Facebook