Protesto da extrema-direita tem confronto e termina com três mortos e dezenas de feridos nos EUA

Em Charlotesville, no Estado de Virginia, manifestantes neonazistas organizaram uma passeata contra negros, imigrantes, gays e judeus. Muitos estavam armados. Um grupo antirracista também se reuniu e houve enfrentamento com feridos. Um carro atropelou dezenas de pedestres contrários ao protesto da extrema-direita. Uma pessoa morreu e outras 19 ficaram feridas. O presidente Donald Trump condenou a violência e afirmou que o ódio tem que acabar no país. Mais tarde, a polícia dos EUA confirmou que o número de mortos subiu para três.

Curta a página do Portal Minas no Facebook