Por recuperação e sem dois 'pilares', Atlético estreia no Brasileirão contra o Vasco

Por recuperação e sem dois 'pilares', Atlético estreia no Brasileirão contra o Vasco
Artilheiro do Atlético no ano, com nove gols, Ricardo Oliveira é a principal esperança ofensiva do time

Enfim, chegou o Campeonato Brasileiro. Depois de 22 jogos por três competições diferentes - Estadual, Copa do Brasil e Sul-Americana -, o Atlético dá a largada na principal disputa do time na temporada 2018 neste domingo, às 16h. Em busca do bicampeonato nacional, o campeão de 1971 estreia na Série A contra o Vasco, em São Januário.


Integrantes da diretoria e o técnico interino Thiago Larghi falam em brigar pelo título, mesmo em meio a uma temporada de poucos investimentos. Internamente, a alta cúpula alvinegra trata a conquista de uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores como o grande objetivo a ser alcançado ao fim das 38 rodadas.


Para isso, o ideal é iniciar bem a competição. Contra o Vasco, o Atlético tenta encerrar a sequência de duas derrotas consecutivas - inédita desde que Thiago Larghi assumiu o comando, em 9 de fevereiro. O time alvinegro foi derrotado por Cruzeiro (2 a 0, pelo Campeonato Mineiro) e San Lorenzo (1 a 0, pela Copa Sul-Americana).


“Para mim, é uma situação nova (duas derrotas consecutivas). O que nos compete a fazer é trabalhar da melhor maneira possível, continuar acreditando e encarar esse jogo fora como um novo jogo. É fazer um bom jogo, jogar um bom futebol. Defender bem, atacar bem e conseguir a vitória”, analisou Thiago Larghi.


O treinador precisará mexer mais uma vez no time que considera ‘ideal’ neste momento. Ainda em recuperação de uma lesão na coxa direita, Leonardo Silva dará lugar a Bremer. Outro desfalque é Adilson. Titular absoluto, o volante sofreu uma pancada no tornozelo direito na partida na Argentina e será preservado. A tendência é que Arouca recupere a titularidade.


O restante do time deve ser o mesmo que tem atuado nas últimas partidas. A confirmação da escalação, entretanto, ainda depende de avaliações da condição física dos jogadores do Atlético.


Tarde de estreia


O jogo deste domingo tem outro atrativo para os torcedores do time mineiro. Os jogadores utilizarão pela primeira vez em uma partida oficial o novo uniforme do Atlético, lançado pela Topper durante a semana.


Novidade no Vasco?


O jogo deste domingo pode marcar o retorno de Rildo aos gramados. O atacante não joga desde 18 de março, quando teve uma luxação no ombro no clássico contra o Botafogo. Na ocasião, ele se envolveu no lance da grave lesão de João Paulo, que precisou passar por cirurgia.


Por conta daquela jogada, Rildo recebeu punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), mas foi liberado até o próximo julgamento. Apesar do reforço, Zé Ricardo não confirmou a presença do atacante no time titular. Há a possibilidade de Evander ser escalado.


“Rildo tem características parecidas com as do Paulinho. Todo mundo sabe que precisamos de jogadores desse estilo. É só ver como ele se comporta pela questão (da lesão) no ombro. Estamos só esperando para ver como está a situação para não termos problemas. Existe só essa dúvida sobre ele”, avaliou o treinador.


VASCO X ATLÉTICO


Vasco
Martín Silva; Rafael Galhardo, Paulão, Werley e Henrique; Desábato e Wellington; Yago Pikachu, Wagner e Rildo (Evander); Riascos
Técnico: Zé Ricardo


Atlético
Victor; Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Arouca; Luan, Elias, Cazares e Otero; Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi


Motivo: primeira rodada do Campeonato Brasileiro
Local: São Januário, em Belo Horizonte
Data e horário: 14 de abril de 2018, às 16h


Arbitragem: André Luiz de Freitas Castro - GO (CBF) 
Auxiliares: Cristhian Passos Sorence - GO (CBF) e Leone Carvalho Rocha - GO (CBF)