Luan Santana vem a BH neste sábado homenagear mulheres

Luan Santana vem a BH neste sábado homenagear mulheres

Show do artista, cheio de painéis de LED, é ambientado na década de 70


Foi no ano de 1977 que a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Internacional das Mulheres. Eis que 40 anos depois, o cantor e compositor Luan Santana, 26, presta “um tributo ao sexo nada frágil” batizando seu último disco – lançado no ano passado – com a data.


O álbum “1997” tem participações de Ivete Sangalo, Ana Carolina, Camila Queiroz, Anitta, Marília Mendonça e Sandy e será apresentado neste sábado (7) em Belo Horizonte pelo cantor de Mato Grosso do Sul, que está comemorando dez anos de carreira.


“Acho muito importante que as mulheres ganhem voz e força em vários segmentos, principalmente na nossa música”, avalia Santana. No álbum, o sertanejo de sempre ganha pinceladas de pop, axé e funk. No palco, o cantor tenta levar as influências da gravação para o show ao fazer uma apresentação mais dançante em um repertório que contempla seu último single, “Acordando o Prédio”, além de “Te Esperando” e “Escreve Aí”.


O heavy metal, que Santana tinha prometido adotar, vai ficar de fora. No fim das contas, a declaração do artista não passava de uma ação de marketing. “O amor é algo que me move. O sentimento mais nobre. Essa é a minha essência. Quero sempre cantar o amor em todos os tempos e fases de minha carreira”, pontua o artista, autor de três das 11 canções de “1977”.


“Quis confirmar a tendência de uma cabeça mais centrada, capaz de olhar com ternura e valorizar aquele meteoro melhor percebido pelo adolescente que fui um dia”, comenta Santana, que diz estar “ansioso” pelo show em Belo Horizonte. “BH foi uma das cidades que melhor me recebeu no começo da minha carreira. Tenho uma legião de fãs por ai. É um cidade muito especial”, garante ele.


Serviço. Show de Luan Santana com a turnê “1997”, no KM de Vantagens Hall (avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, São Pedro), neste sábado (7), às 22h, com ingressos a R$ 60 (meia-entrada) e R$ 120 (inteira)


Curta a página do Portal Minas no Facebook