França prende um suspeito de ataque a militares

França prende um suspeito de ataque a militares


Homem teria participado de ataque a grupo de militares antiterrorismo na cidade de Levallois-Perret



A Polícia francesa prendeu um homem suspeito de ter participado do ataque contra um grupo de militares antiterrorismo na cidade de Levallois-Perret, informa a emissora "BFM-TV". Ainda não está claro se ele é o autor da ação ou se participou do planejamento. Segundo a emissora, o homem foi preso em uma estrada próximo ao ataque e reagiu atirando contra os agentes. Ele foi ferido na ação.


Seis pessoas ficaram feridas após o atropelamento, mas nenhuma delas corre risco de morte, informou à Agência EFE a prefeitura local.


Em declarações à emissora France Info, o prefeito da localidade, o conservador Patrick Balkany, considerou intolerável e vergonhosa a agressão contra os militares.


A ação ocorre quatro dias depois que um jovem de 18 anos tentou entrar com uma faca na Torre Eiffel, aos gritos de "Deus é Grande" em língua árabe.


O agressor, que foi rendido pelas forças da ordem, tinha permissão do hospital psiquiátrico em que estava internado, para onde voltou depois de ser examinado por especialistas.


A Procuradoria Antiterrorista abriu investigação por "tentativa de assassinato", e por "associação criminosa com fins terroristas". Durante a detenção, o jovem assegurou que mantém contato com o grupo jihadista Estado Islâmico.


Curta a página do Portal Minas no Facebook