Em jogo das faixas, Cruzeiro joga mal em casa e perde para Grêmio na estreia no Brasileiro

Em jogo das faixas, Cruzeiro joga mal em casa e perde para Grêmio na estreia no Brasileiro

A estreia do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro não foi como o torcedor imaginava. Em jogo fraco tecnicamente entre os campeões mineiro e gaúcho, o Grêmio aproveitou a má atuação da Raposa e venceu por 1 a 0, neste sábado, no Mineirão, pela primeira rodada do torneio nacional.


O centroavante André, ex-Atlético, Santos e Sport, marcou para o Grêmio no início do segundo tempo.


Aos 27 minutos da etapa final, o Grêmio perdeu Kannemann, expulso por falta em Arrascaeta. O uruguaio do Cruzeiro avançava livre pela esquerda em velocidade e iria invadir a área para chegar cara a cara com Grohe. Mas o zagueiro gremista chegou de carrinho por trás parando o camisa 10 celeste. O árbitro entendeu que o tricolor impediu uma clara e manifesta oportunidade de gol e mostrou o cartão vermelho direto.


Mesmo atuando com um jogador a menos em mais de 20 minutos, o Cruzeiro não conseguiu buscar o empate. No fim da partida, Arrascaeta quase balançou as redes, mas a bola passou raspando a trave de Grohe.


Na segunda rodada do Brasileirão, o Cruzeiro buscará a reação no Rio de Janeiro diante do Fluminense, domingo, às 16h, no Maracanã. Mas antes a Raposa tem compromisso pela Copa Libertadores. Na quinta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), o time celeste encara a Universidad de Chile, em Santiago, pela terceira rodada do Grupo 5.


Cruzeiro 0 x 1 Grêmio


Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral (Mancuello), Robinho (Rafael Marques), Thiago Neves e Arrascaeta; Rafael Sobis (Sassá). Técnico: Mano Menezes


Grêmio: Marcelo Grohe; Léo Moura, Paulo Miranda, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon (Jailson), Arthur, Ramiro, Cícero e Everton (Michel); André (Bressan). Técnico: Renato Gaúcho


Motivo: 1ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data e horário: 14 de abril de 2018, sábado, às 16h
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)


Gol: André (9’/2º)


Cartão Amarelo: Ariel Cabral, Sassá, Dedé (Cruzeiro); Ramiro (Grêmio)
Cartão Vermelho: Kannemann (Grêmio)


Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Adicionais: Lucas Paulo Torezin (PR) e Fabio Filipus (PR)